Notícias Destaques

Trânsito de São Francisco marcou a última noite de novena na Praça dos romeiros (+Veja fotos!)

Compartilhe

Apresentação da morte de São Francisco, no último dia da Novena, na Praça dos Romeiros

Neste dia 19, último dia da Novena, todos os paroquianos, romeiros,  devotos de São Francisco da Chagas de Canindé celebraram o seu Trânsito.

Como irmãos e filhos do Santo de Assis, somos convidados a aprender os ensinamentos valorizando a vida como uma oportunidade única de alcançarmos à vida eterna.

A celebração do Trânsito de São Francisco é um costume tradicional da Ordem Franciscana que reflete sobre o mistério da vida, morte e  ressurreição.

Também participaram desta Celebração os frades, as clarissas, as irmãs missionárias da Imaculada Conceição, os leigos da Ordem Franciscana Secular e a Juventude Franciscana – JUFRA.

Confira as imagens da última noite de Novena, quando celebramos o Trânsito de São Francisco (clique na imagem para ampliar):

 

Nesta nona noite celebra-se esta realidade maravilhosa e, ao mesmo tempo, angustiante: a passagem de São Francisco deste mundo para a Casa definitiva do nosso Pai. É uma celebração da esperança, aprendendo com o exemplo desse irmão menor a valorizar a vida como dom e aceitar a morte como irmã, como caminho único para a ressurreição.

A Celebração do Trânsito de São Francisco foi transmitida ao vivo da Praça dos Romeiros em Canindé, às 18h, pela Web TV Paz e Bem, através do nosso site:  santuáriodecaninde.com.

Veja como foi a programação dessa sexta-feira, dia 19 de outubro – 9ª noite da Novena

Subtema – “Louvado sejas, ó Senhor, pela irmã morte”. Texto franciscano: Próprios da celebração do trânsito. Texto bíblico: João 12, 23b-26. Responsáveis: Família Franciscana do Brasil – FFB, Ordem dos Frades Menores – OFM, Irmãs Clarissas, Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição – SMIC, Ordem Franciscana Secular – OFS, e Juventude Franciscana – JUFRA. Grupo de cânticos: Cantorinhas do Shalom. Estado homenageado: Maranhão. Pregador: Ministro Provincial Frei Marconi Lins de Araújo, Ofm.

Veja o texto da Homilia do Ministro Provincial Frei Marconi Lins de Araújo, Ofm

Ministro Provincial Frei Marconi Lins de Araújo, Ofm

Minhas irmãs e meus irmãos, romeiras e romeiros de São Francisco das Chagas, o Senhor lhes dê a Paz!

Nesta noite estamos reunidos para celebrar a morte, ou melhor, o trânsito de São Francisco, sua Páscoa, passagem desta vida para a vida eterna!

Já faz 786 anos que São Francisco morreu, mas o dia de sua morte é celebrado por todos nós como dia de alegria, de festa e de louvor ao Deus da vida, pois São Francisco foi iluminado pela luz da ressurreição de Jesus, e na morte de São Francisco contemplamos o destino que o Pai do céu traçou para quem procura neste mundo obedecer ao Evangelho, seguindo as pegadas de Jesus Cristo, o Filho de Deus.

O tema desta noite foi tirado de um cântico que São Francisco compôs dois anos antes de sua gloriosa morte. É o Cântico do Irmão Sol ou Cântico das Criaturas, no qual ele chama a Morte de “irmã”: “Louvado sejas, meu Senhor, por nossa irmã a Morte corporal, da qual homem algum pode escapar”.

Francisco reconhece, como também nós, que a morte é a realidade mais certa que temos na vida. Desde que nascemos começamos a morrer, pois nosso organismo começa uma luta permanente para vencer as ameaças que sofre todo o tempo de nossa existência neste mundo. Francisco constata essa realidade: a morte não vem no fim da vida; ela nos acompanha desde nosso nascimento… Ele, assim como nós, percebe que a morte faz parte da vida até mesmo quando nos alimentamos: protegemos nossa vida porque animais nos dão sua carne, colhemos os frutos da terra: a morte alimenta a vida…

São Francisco também compreende a morte a partir da mensagem do Evangelho de Jesus Cristo: é necessário morrer para o pecado para viver a vida de Deus. Por isso ele propõe aos seus frades e todos seus amigos e amigas que vivam uma vida de penitência, isto é, de conversão: devemos morrer para o pecado, para a vida do egoísmo, para acolher a vida em abundância, a vida de Deus que Jesus Cristo nos trouxe.

A morte da qual ninguém pode escapar é a porta que se abre para a vida eterna. São Francisco falava isso aos frades e também ao médico que o acompanhou em sua enfermidade. São Francisco compreendeu que quem vive fazendo a vontade de Deus, não teme a primeira morte, a morte corporal. Devemos temer a segunda morte, a morte espiritual, a condenação, por não termos levado a sério a santíssima vontade de Deus. Por isso São Francisco canta: “Ai dos que morrem em pecado mortal!” É o pecado que cega a visão de nossa alma e nos faz imaginar que vivemos neste mundo para sempre. E então, enganamo-nos a nós mesmos, imaginando que somos donos de nossa vida e começamos a fazer o que não presta e não levamos a sério a santíssima vontade de Deus. Aí nasce, cresce e se multiplica a erva daninha da maldade, do egoísmo, da violência, da corrupção, do amor ao dinheiro e de todo tipo de exploração! A desordem do pecado vem provocando a destruição da humanidade e da própria natureza desde o começo do mundo. Por isso Deus, que é nosso Pai, que nos criou por amor e para amarmos, enviou o Seu Filho Jesus para nos ensinar o mandamento do amor e o caminho da vida eterna. São Francisco compreendeu essa verdade e deixou sua família, a riqueza de seus pais, o desejo de ser um homem nobre e poderoso, para andar pelo mundo pregando a vida de Jesus e chamando os homens e as mulheres para a conversão ao Evangelho.

Nesta noite nós estamos reunidos para recordar a vida que São Francisco viveu depois de ouvir e acolher o Evangelho de Jesus como norma de vida! Nesta noite queremos, unidos a São Francisco que está na glória da Santíssima Trindade, lutar para afastar nossa vida, a vida de nossa família e a vida da humanidade do perigo da morte verdadeira, da segunda morte, fruto do pecado, que nos leva à condenação eterna.

Assumamos nesta noite gloriosa, nosso compromisso de lutar contra a morte que nasce da injustiça que mata milhões de seres humanos de fome, que humilha os pobres nas filas dos hospitais públicos, que impede as crianças e jovens de terem acesso à educação. Queremos lutar contra a morte da corrupção política que desvia as verbas públicas; queremos lutar pela posse da terra para os que dela vivem e por teto para quem está desabrigado. Queremos também lutar contra as drogas que matam, sobretudo os jovens, começando dentro de casa lutando contra o vício do cigarro e da bebida que destroem a saúde e a família. Queremos cuidar de nossa saúde, mas ao mesmo tempo cuidar da saúde de nossa casa comum, nosso planeta terra, respeitando, a exemplo de São Francisco, todas as formas de vida e as tratando como “irmãs”. Queremos lutar contra a violência em todas as suas manifestações e que tem nas guerras sua expressão mais absurda. Queremos ser, com São Francisco, instrumento e artesãos da paz.

Nesta noite aprendemos com São Francisco a não temer a morte corporal, mas devemos temer a morte espiritual, consequência do pecado. Foi por causa dela que Jesus foi condenado ao suplício da Cruz. Por isso São Francisco cantava: “Felizes os que ela (a irmã Morte) achar conformes a tua santíssima vontade, Senhor, porque a morte segunda não lhes fará mal”.

Minhas irmãs e irmãos, romeiras e romeiros de São Francisco, nesta noite em que celebramos a morte gloriosa de São Francisco, assumamos o compromisso de cuidar da nossa vida, da vida de nossos irmãos e da vida da natureza e a nossa morte será passagem, páscoa para a vida em plenitude na glória de Deus.

Viva São Francisco que morreu e está vivo na glória de Deus!

Frei Marconi Lins de Araújo, Ofm

Web TV Paz & Bem produz DVD diário das noites de Novena

Nesse ano estamos produzindo o DVD diário de cada noite de Novena, que pode ser encontrado na Livraria São Francisco e Sede da Campanha dos Benfeitores do Santuário, em frente a Praça da Basílica.


Fonte: Equipe de Comunicação do Site Santuário. Colaborações: Frei Marcos Carvalho e Frei João Sannig.

Ver as notícias do dia a dia da Festa de São Francisco

Ver mais Notícias Destaque!

 

6 Comentários »

6 Comentários »

  • maria disse:

    BOM DIA COM AMOR E MUITA ALEGRIA! MORO EM CAPONGA MUNICIPIO DE CASACAVÉL CEARÁ, ESTOU ENCANTADA COM TANTA FOTO UMA MAIS PERFEITA QUE A OUTRA,MEU SÃO FRANCISCO EN VOLVA COM TEU SANTO MANTO TODOS OS TEUS FIÉIS PARA QUE , AO VOLTAREM PARA SEUS ESTADOS, CIDADES OU MUNICIPIOS QUE VAÕ E CHEGUEM TODOS NA SANTA PAZ DIVINA .SÃO FRANCISCO, ROGAI POR NÓS!!

  • Ana Clara Soares disse:

    Como o festejo de São Francisco é bom…

  • lucas disse:

    Mais uma vez o Santuário de São Francisco coloca o humano com o divino.
    Parabéns.

  • maria aíla disse:

    sou de canindé mas moro em grajaú maranhão. Acompanhei todo festejo e senti muita saudade da minha terra, espero no proximo ano participar dessa linda festa de são francisco. Que São Francisco Abençoe a todos.

  • Maria Nazare Sosinho disse:

    Estive em Caninde , é uma realização ,vc poder ficar pertinho da imagem ,é uma graça alcançada.

  • gabriel disse:

    sou de teresina conheci caninde a estatua de sao francisco o lugar mais lindo do mundo


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

WP-SpamFree by Pole Position Marketing


© 2011-2017 - Santuário de São Francisco das Chagas
Praça da Basílica, 31, Centro - Canindé-CE - CEP 62700-000
Fones: (85) 3343-9950 / 3343-0017 - Caixa Postal: D2
Cactal