Em unidade com a Igreja

Compartilhe

Muitas cidades manifestavam o desejo de ter em seu meio esses irmãos outrora desprezados e agora revitalizadores da vida cristã. Pequenos conventos deles surgem por toda parte na Úmbria, Toscana, Lombardia e Ancona.

Vendo aumentar desse modo o número de companheiros, em 1209, Francisco escreveu breve Regra de vida para a Ordem, e vai a Roma com 11 irmãos. Causava impressão aqueles frades pobres, esfarrapados, brincalhões, descalços se dirigirem ao Papa. De início, Inocêncio III mostrou-se contrário e os Cardeais alegaram que já havia Ordens religiosas em número suficiente e que era mais importante reformar o que já existia do que andar criando coisa nova. O Cardeal João de São Paulo, que tinha recebido alguns frades em sua residência, viu a reta intenção deles e intermediou o encontro com o Pontífice.

Inocêncio III estava sentado em seu trono, e os 11 frades mal vestidos e sorridentes o contemplavam como crianças maravilhadas: estavam diante do Papa! Francisco explicou-lhe seu programa. Depois de ouvi-lo, o Papa observou: “Meu querido filho, a vida que levais, tu e teus irmãos, me parece exageradamente rigorosa”, ao que Francisco respondeu: “Veja, Santidade, eu entrego tudo nas mãos de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele prometeu-nos a vida eterna e a felicidade celeste. Como poderia recusar-nos uma coisa tão insignificante como o pouco de que precisamos para viver neste mundo?”.

Obteve a aprovação de Inocêncio III, mas só oralmente. Mais tarde, o Papa comentou que tivera dois sonhos: num, uma palmeira crescia a seus pés e no outro, viu Francisco sustentando com os ombros a igreja do Latrão (catedral de Roma), prestes a cair. Por isso, mandou chamar novamente Francisco e deu aprovação apenas de viva voz. Fez tonsura em todos os frades e deu-lhes a permissão geral de pregar a penitência.

Inocêncio III (1198-1216), foi o mais poderoso Papa da Idade Média. Dominou o mundo e deixou a seus sucessores, por um século, a direção de todas as grandes questões do Ocidente. Era o verdadeiro Imperador do Ocidente, o homem que convocou um Concílio Ecumênico. Reis e príncipes o temiam. E vai ser exatamente este homem que aceita e aprova a vida daqueles irmãos pobre da Igreja se uniam numa única finalidade: a renovação do mundo cristão. Morreu Inocêncio III em 1216, em Perusa, aos 55 anos, abandonado por sua corte e cardeais; os servos pilharam suas roupas, seus bens e muitos objetos. Deixaram-no nu. Mas não morreu completamente só: é quase certo que Francisco estava ao seu lado.

Fonte: São Francisco. O Poeta da criação. Autor:  Pe. José Artulino Besen. Editora: Mundo e Missão.



© 2011-2017 - Santuário de São Francisco das Chagas
Praça da Basílica, 31, Centro - Canindé-CE - CEP 62700-000
Fones: (85) 3343-9950 / 3343-0017 - Caixa Postal: D2
Cactal