Cronologia da Vida

Compartilhe

1182 – Nascimento de Francisco em Assis. Que recebe o nome de João. Seus pais são Pietro Bernadone e Madonna Pica.

1193/1194- Nascimento de Clara em Assis. Seus pais são Favorone de Offreduccio e Maddonna Ortolana.

1198- Em janeiro, é leito papa Inocencio III. Em março, os cidadãos de Assis assediam e derrubam a Rocca, fortaleza feudal e imperial

1202- Guerra em Perugia e Assis. Na batalha de Collestrada, Francisco e feito prisioneiro e levada a Perugia.

1203- Francisco, é libertado de seu cativeiro, e regressa a Assis.

1204- Francisco fica enfermo.

1205- I) Francisco parte para a luta, com o exército. Em Espoleto tem um sonho que da outro rumo a sua vida e o faz voltar para Assis. II) Na segundo metade do ano começa a conversão inicial do Santo: vai se afastando dos amigos, intensifica a vida de meditação e orações, vive na companhia dos pobres e dos leprosos, “o beijo no leproso”, vai em peregrinação a Roma, o Crucifixo de São Damião pede para que “repare sua Igreja”.

1206- No mês de março, perante o tribunal do bispo de Assis, renuncia ao bens paternos e a sua família. Se muda par Gubbio onde permanece alguns meses servido aos leprosos. Regressa a Assis, hospeda-se em São Damião e veste o hábito de ermitão.

1206/08- Trabalha na restauração das ruínas de São Damião, São Pedro e Santa Maria de Los Angeles e de Porciúncula.

1208- I) em abril, quando ouvia a missa em Porciúncula, escuta o evangelho sobre o envio dos discípulos e sua missões, onde descobre suas vocações evangélicas e apostólicas. II) Um pouco depois, se unem os três primeiros companheiros: Bernardo de Quintavalle, Pedro Cattani e Gil de Assis. III) Iniciam a missão pela região de Ancona, onde se unem novos companheiros, e Francisco os envia a pregar de dois em dois.

1209- Francisco escreve a “forma de vida” a regra que o Senhor o havia inspirado. Na primavera, viaja a Roma com seus onze companheiros, e o papa Inocencio III, aprova de forma verbal seu modo de vida. Regressam a Assis e permanecem em Rio Torto.

1210- A pequena fraternidade se muda par Porciúncula.

1212- I) Em 18/19 de março, na noite de Domingo de Ramos, consagração religiosa de Santa Clara em Porciúncula, dando inicio assim II Ordem Franciscana e das Clarissas. De imediato Clara se hospeda em um monastério beneditino, até que em princípios de maio muda-se para São Damião. II) No outono, Francisco embarcou rumo a Síria, porem ventos contrários fazem fracassar o intento, e regressa a Ancona.

1213/1214- Viajem de Francisco pela França e Espanha, a caminho do Marrocos. Uma enfermidade o obriga a regressar a Porciúncula.

1215- Em novembro, o Concilio IV, em que seguramente Francisco esteve presente entre os fiéis.

1216- No mês de julho, morre Inocencio III e o sucede Honorio III, a quem Francisco pede em seguida a “Indulgencia de Porciúncula”.

1217- Em Pentecostes, 14 de maio, se celebra em Porciúncula o primeira Estrutura Geral. A Estrutura se divide em 12 províncias e nomeia seus dirigentes.

1219- I) A Estrutura Geral celebrada em Pentecostes, 26 de maio, envia a Marrocos os 5 promártires da Ordem. II) Pouco depois Francisco embarca par Acra e Damieta, e é recebido pelo Sultão do Egito.

1220- Francisco regressa apressadamente a Itália devido aos problemas que haviam surgido na Ordem. A pedido do Santo, Honório III nomeia o cardeal Hugolino protetor da Ordem. Francisco se retiro do governo da Ordem e nomeia Vigário seu Pedro Cattani.

1221- I) Em março morre frei Pedro Cattani e o substitui frei Elias com vigário de São Francisco. II) No pentecostes estuda a Regra escrita pôr São Francisco (chamada primeira regra) e pede que redija uma mais breve.

1223- I) Francisco compõe a regra definitiva na fonte Colombo, que é aceita em 11 de junho, e aprovada e confirmada mediante oficio do papa Honório III em 29 de novembro. II) Em 24/25 de dezembro, celebração do Natal na Grécia.

1224- De 15 de agosto a 29 de setembro, Francisco passa a quaresma em São Miguel no monte Alverna, onde são impressas as Chagas da Paixão de Cristo, Depois retorna lentamente a Assis, sem deixar de pregar pôr onde passa.

1224/25- Francisco sofre de várias doenças, entre elas uma grave nos olhos, porém segue fazendo viagens apostólicas para pregar aos povos.

1225- Entre março e abril, compõe em São Damião o Cântico do Irmão Sol.

1225/26- Francisco se submete a várias curas dolorosa, em Assis, em Rieti, na Fonte Colombo e em outros locais.

1226- No mês de abril, em Siena, onde encontrava-se para tratamento, agravam-se suas doenças. No regresso a Assis, de detém algum tempo nas “Celas” de Cortona, chega a Porciúncula, porem marcha a Bagnara, nas montanhas, nos arredores de Assis. Seu estado de saúde segue piorando progressivamente. É trasladado para Assis, onde fica hospedado no palácio episcopal.

1226- I) Ao sentir-se cercado pela irmã morte, pede que o levem a Porciúncula. Ali, no Sábado 3 de outubro, as 19:00 horas, morre Francisco com a idade de 44 anos. II) No Domingo dia 4 de outubro, pela manhã, o corpo de Francisco e trasladado para Assis, para São Damião, onde estão Clara e suas irmãs, sendo sepultado na igreja de São Jorge.

1227- Em 19 de março é eleito papa o cardeal Hugolino. Protetor da Ordem e amigo de São Francisco, que usa o nome de Gregorio IX.

1228- Em 16 de julho, Gregorio IX canoniza a Francisco de Assis.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



© 2011-2017 - Santuário de São Francisco das Chagas
Praça da Basílica, 31, Centro - Canindé-CE - CEP 62700-000
Fones: (85) 3343-9950 / 3343-0017 - Caixa Postal: D2
Cactal